Image Map

segunda-feira, 20 de abril de 2015

ESPECIAL KATVERSÁRIO: Entrevistando a Clélia!


HELLOU!
É hoje, isso mesmo! É o Katversário apelido não muito bonito que inventei para esse dia maravilindo
Hoje é um dia muito especial para todas nós, designers, e pra vocês, clientes e leitores. Muita emoção, não é mesmo?
Pois imaginem como deve estar a mamãe desse blog! Deve estar aos prantos, pulando, emocionada. Chorosa. 
Então, pensando nisso, decidi entrevistá-la. Nada mais justo, não é? 
Pois vejam só. 

LIGHTS: De onde veio a ideia do blog?
CLÉLIA: Bem, temos um problema. Tipo, literalmente. Não consigo me lembrar exatamente de onde veio, mas me lembro de que esses blogs de designs, na época, estavam explodindo, e eu tive uma ideia de fazer um blog também - mas não pra imagens, capas etc., e sim pra avaliar e fazer as autoras melhorarem (tanto que até o hoje o KF não tem crítica de fanfic, e sim avaliação, fui eu que diferenciei quando criamos o blog). Foi a primeira categoria, porque o blog era especializado apenas nisso e não tínhamos ninguém para começar com categorias de imagens ou trailer.
L: E o nome do blog? Sempre me perguntei isso, e tenho certeza de que não sou a única.
C:  O nome foi... Bom, derivou da minha falta de criatividade. Na época que criei o blog, tive duas pessoas que entraram nele junto comigo, estando comigo e apoiando até mesmo antes do início dele, a Tainá e a Lêh (Letícia), ambas tinham o português perfeito (tanto que a primeira decidiu seguir letras). Enfim, na época, eu pensei em colocar "design" no nome, mas a bomba de blogs com "design" no nome era tão grande que eu não quis mais. Então pensei em algo diferente, e pensei em fanfics. O problema? "Fanfics" pro nome não é exatamente a melhor coisa, então... Tive que pensar. Foi quando surgiu entre mim e a Tainá o Kat, vindo do meu user do Nyah!Fanfiction na época (meu primeiro user, KatPierce, derivado de Katherine Pierce, de The Vampire Diaries/Diários de um Vampiro). Por não termos mais tantas opções e eu estar ansiosa demais pra criar o blog, ficou esse. Acredito que a história de criação do blog durou uma semana até eu criar coragem e ir fundo no projeto. 
LQual foi e qual é a maior dificuldade para manter o blog?
C:  Eu ser muito nova. Tipo, agora eu tenho 17 anos (choque geral de quem achava que eu já estava me formando na faculdade), mas eu criei o blog três anos atrás, isso significa que eu tinha 14 anos. Eu comecei a postar minha primeira fanfic no Nyah! em 2011, eu era recente nesse mundo e não entendia exatamente de responsabilidade. Eu também era inocente, não sabia como comandar uma "empresa". Eu cheguei a ser tão irresponsável com o blog que, em 2012, fiquei três meses longe do computador por problemas pessoais e literalmente fingi que o blog não existia. Foi quando eu voltei à ativa e decidi que não seria mais daquela maneira. Minha literal falta de responsabilidade (na época) foi meu maior problema. Agora eu sou completamente responsável (digo, completamente, a ponto de pessoas importantes no mundo confiarem em mim), mas antes não era, e foi meu maior problema, eu não entendia o que era ter um blog. Tanto que o Kat só cresceu depois da minha reforma após minha volta de 3 meses fora. 
L: Qual é a melhor parte de ter o KF?
C: Tudo. Eu não consigo escolher. Já tinha pensado nisso, pra ser sincera, e eu não consigo escolher. Eu não consigo me ver sem o blog, também, muitas amigas minhas (leitoras também) já me disseram que não sabem como eu consigo conciliar tudo. Minha vida é corrida, muita gente sabe que sou cheia de problemas pessoais, tenho 4 fics em andamento, e agora estou no terceirão, e mesmo assim não consigo deixar do blog. Nenhuma designer presente no KF está com ele há tanto tempo quanto eu, e ele é literalmente meu bebê. E ele está completando três anos, cara. #chora
 LDesde quando você escreve?
C: Eu escrevo para o Nyah!Fanfiction desde 29/07/2011, mas comecei escrevendo fanfics quando li algumas num site brasileiro de Crepúsculo (levando em conta que Lua Nova foi meu primeiro livro desse "gênero" de literatura...), então fiquei viciada nisso e comecei a tentar, postando num blog meu de uma série de livros (já excluído). Postei duas fanfictions lá antes de ir para o Nyah!, que alguém me recomendou (não lembro quem, pra falar a real). 
LVocê tem vontade de escrever profissionalmente?
C: Sim, isso é meio inquietante pra mamãe [risos]. É a coisa que eu mais tive certeza em toda a minha vida. Eu posso estar bem ou mal, posso estar doente ou não, mas eu sempre pretendo escrever. Posso ter meus piores dias, mas nunca pensei seriamente em desistir. Já me passou muito pela minha cabeça, devido a algumas críticas, mas... Não, certeza absoluta, sabe?
L: Você pretende continuar com o blog até quando?
 C: Até não ter mais público/não ter tempo/meus filhos não permitirem. Sinceramente, se eu puder, continuo até morrer. Realmente não vejo problema com isso, eu tendo 14, 17 ou 30 anos, se eu conseguir e ainda estiver nesse mundo (de fanfics ou da vida mesmo, vai que...), eu continuarei com o blog. A diferença é que se eu não tiver mais tempo ou tiver que acabar com o blog, eu não doarei. Se eu sair do KF, serão os últimos dias dele, também.
L: Você tem orgulho de nós, designers?
C:  TENHO! Demais, vi muitas designers crescerem demais dentro do blog, tipo, muito mesmo. Muitas até mesmo fora! Um exemplo clássico é uma das nossas co-webs, a Gabii, mio dios, ela evoluiu muito, e morro de orgulho. Por mais que eu não tenha muito tempo, eu sigo o blog via e-mail, então recebo as postagens diárias por ele e fico vendo as capas das designers, em choque, chego a me perguntar "sério que esse é o meu blog? put* merd*!". Tem momentos que penso que nem mereço algo tão bom, todas as designers são incríveis, sem mas.


E foi isso, gente! Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais de nossa abelha-rainha! 
Obrigada por tudo, tia Clélia! Nós te amamos!



xx,






Um comentário :

  1. Chorando sangue com isso UHAHUUHAUAHHU <3333333333 obrigada

    ResponderExcluir