Image Map

sábado, 11 de julho de 2015

AF: Antes que eu vá (Nynna Days)



Nynna! Tão bom fazer avaliações pra você <3
Let's do it, porque eu estou com saudades. 



Capa: 1,7 de 2,0

Essa capa está uma delicinha. Amei o sombreado e a luz no centro, eles passam a ideia fantasmagórica - mas não assustadora - da história. A escolha das fotos também foi ótima. Os pontos que poderiam melhorar são: as cores da fonte, que não entram em conjunto com o ar mortífero (q) que o resto da capa traz; o título trocado - simplesmente não suporto isso, porque eu sempre leio ao contrário! ("Eu vá antes que", oi?) E, por último, a foto do Bas, que está duplicada. Não sei, acho que ele deveria estar mais... vivo. O vivo é ele, afinal. 
De resto, está boa.


Sinopse: 1,8 de 2,0

A sinopse está ótima. Você usou o humor pra passar uma situação melancólica - e acertou, Nynna. O sarcasmo dele deixou tudo mais leve, mais fácil de lidar (se posso dizer assim). 
O que pode melhorar:
a) "Acho que ninguém nunca escutou tanto a frase: "Você deveria estar em um manicômio", como eu."
Você usou dois sinais de pontuação desnecessários. 
C: "Acho que ninguém nunca escutou tanto a frase "Você deveria estar em um manicômio" como eu."
b) "... me mantinha preso á ela com mais força do que Rose á aquela porta em Titanic."
Você usou "á" (falarei disso mais abaixo). E aqui ainda temos a situação do "à aquela", que está incorreto. Quando a situação pedir para usar um "a" craseado antes de "aquele(a)", se soma as duas palavras: a + aquela = àquela. Pegou?
E não se usa crase antes de "ele, ela".
C: "... me mantinha preso a ela com mais força do que Rose àquela porta em Titanic."
(Sério que é uma porta? Eu jurava que era uma cabeceira de cama ç.ç)
De resto, como eu disse antes, está ótima.




Ortografia: 2,9 de 3,0

Eu não consigo, Nynna! Toda vez que leio suas histórias, fico cada vez mais encantada pela sua escrita. A começar pelas aspas, que você usa ao invés do travessão. Sério, eu fico babando! Hahaha. Você escreve muio bem - mas acho que já disse isso umas duas vezes... Amo sua escrita, de verdade. 
O único erro relevante que encontrei foi o mesmo da avaliação passada (Trato Desfeito, há um século). Eu disse:
 "O uso dessa coisa: "á". 
Sua intenção, em todas as vezes, foi usar a crase. A crase é ao contrário (à), e nem posso dizer o quanto isso me incomodou. E, na maioria das vezes, a crase não era necessária. Mas eu entendo isso super bem - em algumas situações fica estranho a falta de acentuação no 'a', né? Mas quando não existe, não existe. É horrível, mas é a vida. Ou melhor, o português."
*A parte riscada não ocorreu na avaliação atual*.
De resto... Deixe-me dizer mais uma vez: Eu amo sua escrita fenomenal! Obrigada.


Enredo: 3,0 de 3,0


Não sei quem é mais esquisita - se é você, que escreve sobre essas coisas, ou se sou eu, que me amarro!
Sua criatividade é extraordinária, eu amei tudo nessa one-shot. Uma pena o final - me deixou deprimida. Sério. Quem é que gosta de ser adulto, não é mesmo?
Mas, de verdade: parabéns por tudo. Um arraso!


Nota final: 9,4 de 10


xx,





Nenhum comentário :

Postar um comentário