Image Map

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

AF: Outonando (Lady T.)

Olá! Eis uma coisa que eu não fazia há muuuuuuuuuuuito tempo, caramba. 
De todas as maneiras espero não ter perdido a prática. E, se eu perdi, por favor, me avise que tento lhe mostrar o que deveria ter originalmente mostrado. 
Bom, de todas as maneiras, vamos lá...

Fanfic / Fanfiction Outonando

Capa
Creio que por ser romance, ela demonstrou exatamente o que deveria. Algo leve, "doce", com tons vermelhos, creio que seja o essencial, e isso é muito importante. Achei incrível o uso das tonalidades e das fotos, além da ligação. Eu apenas melhoraria duas coisas: é um pouco difícil de ser lida a frase da capa, mas não impossível e; a fonte utilizada para "outonando". Por ser romance, a fonte se tornou muito fixa, tipo, muito quadrada, sem curvas, sem algo mais... leve, por assim dizer. Tornou muito "duro", e creio que uma fonte cursiva demonstraria melhor romance do que uma fonte de forma.
Nota: 1,8 de 2,0

Sinopse
A sinopse tem basicamente o necessário, o início das coisas, como inicia-se o enredo e como ele possivelmente se desenvolve, deixando inclusive um pequeno gostinho de quero mais, mas... bem pequeno. A sinopse deixa a história com um ar bem clichê, isto é, nada de diferente do comumente escrito, e muitas vezes isso afasta mais leitores do que os chama. Apesar de tudo, a sinopse demonstra exatamente o que deveria. 
Ela contém dois erros de ortografia, faltando uma vírgula antes de "os tornando" e é "se torna", não tornar. O segundo creio que foi um erro de digitação, acontece, então... Apenas um toque. 
Achei super legal sua ligação com as estações, e creio que também tenha ligação com o "outonando" (folhas das estações, fora a questão das datas na capa).
Nota: 1,2 de 2,0

Ortografia
Sua ortografia é bem boa, é muito melhor do que muitas histórias que já li (e vi) por aí, mas, ainda assim, há alguns erros que não são possíveis de serem ignorados.
(1) "Mas ele não tinha escolha tanto quanto Anna." e  (2)"O céu estava alaranjada". Esses dois foram encontrados no prólogo. O primeiro (1), eu entendi perfeitamente o que você quis dizer, porém a comparação (tanto quanto) se tornou confusa da maneira que você escreveu, recomendo você revisar essa frase em particular, porque realmente chama a atenção a maneira como você comparação. Creio que uma maneira de ver a citação sendo correta seria "mas ele, tanto quanto Anna, não tinha escolha." A (2) é clara, provavelmente foi algum erro de digitação ou você estava pensando em outra coisa quando escreveu, mas vale ressaltar. O correto seria "o céu estava alaranjado."
"...seu ombro, assustando-o..." e "...rapaz, se esquivando..." e "...casa, observando-o..." (capítulo 1 sem contar o prólogo). O mesmo erro se repete, a separação de sentenças continua sem acontecer nas frases seguintes. É necessário separar algumas sentenças com vírgula, como você faz em muitos casos, mas alguns (mais do que o superável) acabam não tendo essa separação, recomendo você dar uma olhadinha nisso. 

Você também, no capítulo 2 (capítulo 3 contando o prólogo), escreve "mas" quando deveria ser "más". Foi o único erro de acentuação que encontrei até o capítulo 3 (contando o prólogo). 
Travessão até o capítulo dois, e então logo após o início do mesmo você já utiliza meia-risca para narração. Não é considerado incorreto o uso da meia-risca, porém não é considerado aconselhável, também, além de grande parte dos leitores preferirem o travessão. Uma minoria prefere sentenças entre aspas.
No capítulo 2 (+ prólogo = cap. 3), você também não separa o vocativo, como o correto. 
"Olha aqui, garota.", seria o correto, (inclusive nessa frase você não terminou com o ponto, deixando-a sem finalização. Isso acontece em algumas outras citações, mas não tão frequentemente). 
"Fique calmo, amor.", tem o mesmo problema acima, recomendo você dar uma olhadinha. Os vocativos devem ser separados das frases.
Um detalhe: no capítulo dois (sem contar o prólogo) seu texto inteiro estava basicamente junto, clicando nele selecionava uma parte enorme, creio que foi desconfiguração, mas é bom conferir isso, porque ele acabou ficando sem parágrafos corretos, além do espaçamento antes de um novo parágrafo, que o próprio spirit coloca.
Nota: 2,0 de 3,0

Enredo
Você já ganhou muito comigo apenas pela coragem de postar uma original. Isso é muitíssimo raro, e fora o medo de muitos autores de simplesmente postarem uma história, é ainda maior o medo de postarem uma original, muito corajoso da sua parte.
E... bom, eu escrevi sobre a capa e sinopse sem ler qualquer parte da história justamente para não manipular o resultado das duas primeiras e...
Iniciei todo o prólogo completamente chocada. Retiro tudo o que disse quanto à ser clichê, mas recomendo que na sua sinopse você também retire a ideia clichê, afinal... as coisas são bem diferentes do que imaginado.
De todas as maneiras, achei bem original a ideia que você teve no prólogo, sobre a mãe dela, porém tome cuidado ao trabalhar nela. Creio que qualquer criança com a criação que sua personagem principal teve tem reflexos disso em sua personalidade. Não há muito o que dizer, apenas diria pra você realmente cuidar para não fugir da personalidade de seus personagens. 
E cuide também com as armadilhas do clichê-romance. Você tem várias que pode cair, então é bom sempre garantir. Os dois personagens principais tem tudo pra se tornarem o típico clichê, e creio que a sua maneria de retratar o escrito já tornou as coisas diferentes, portanto não deixe isso se perder.
Agora, os pontos muito legais que achei: você não se prendeu a ligação deles de primeira, o que achei muito bom, já que a vida de ninguém é focada em outra pessoa, e sim e si mesma. A construção da vida deles (passado - presente) também foi bem real, batendo (até o momento em que li) com a personalidade deles, e você também deu um extremo diferencial com o prólogo, eu jamais imaginaria ler aquilo quando abri o prólogo, o que chama muito a atenção.
Não encontrei nada passível de se tirar nota exceto um detalhe em questão: a "obscuridade" das coisas, meio que tudo fica apagado, como se nada fosse tão descrito, um local, uma pessoa em si (no prólogo tem claras descrições, mas nos seguintes as descrições são mais vagas, com poucos detalhes, isso às vezes prejudica os leitores).

Nota: 2,8 de 3,0

Espero que tenha gostado (e, caso não, fale comigo, veremos no que podemos melhorar! HAHAHA). 

Nota final: 7,8 de 10.

Qualquer coisa é só falar, e espero ter lhe ajudado de alguma maneira!

2 comentários :

  1. Muito obrigada, foi tudo muito preciso e direto. Me ajudou pra caramba :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, fico feliz em ter ajudado <3 De nada!

      Excluir