Image Map

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Sinopse: Infernal life (starsbieber)

Oi, amor. Como vai? Espero que bem. Aqui está sua sinopse. Antes que você leia, preciso te dizer algumas coisas:

1) Você não disse o nome da protagonista, então coloquei como "Cara Delevingne", que foi a categoria que você colocou no formulário (saiba que você pode mudar se quiser, só coloquei esse nome para não ficar em branco);
2) Coloquei (---) para você escrever o nome do orfanato para onde ela foi mandada. Mesmo que você não tenha pensado nisso, coloque um nome, acho que deixa a fanfic mais completinha, sabe? Mas claro, isso é uma opção sua, coloquei porque acho legal ter esses detalhes tanto na sinopse quanto na fanfic;
3) Você não colocou o que talvez aconteça com a protagonista, então, no final da sinopse, fiz um suspense de que alguém aparecerá na vida dela e fará ela se reerguer. Não sei se é isso o que vai acontecer, mas se não for, é só alterar você mesma, ou, se preferir, me mande um e-mail que eu altero para você.

Acho que é isso huehuehe Espero que você goste e não se esqueça de comentar o que achou, isso é muito importante para mim <3










Cara Delevingne, aos três anos de idade, teve sua infância destruída ao ver sua própria mãe ser morta bem na sua frente. Sem família e completamente sozinha no mundo, ela é obrigada a ir para um orfanato. E é lá onde tudo começa. 
Ao ser mandada para o (---), Cara começa a reviver tudo o que aconteceu na noite da morte de sua mãe. Durante o sono, via a mãe sendo estuprada e morta. E isso acontecia quase todas as noites. Sua infância foi um verdadeiro inferno.
Ao sete anos, Cara é adotada por uma família e justo quando pensa que sua vida estava prestes a melhorar, tudo vira de cabeça para baixo. A pobre garota começa a sofrer bullying pelas mãos de sua irmã adotiva, Cassandra. E isso persiste por anos, até sua adolescência. Cara era constantemente judiada por ser adotada e sempre era comparada com sua mãe biológica, que era uma prostituta. Ela não tinha roupas bonitas, não conseguia se cuidar e muito menos era uma líder de torcida. Para o resto do mundo, Cara Delevingne não era nada. Ela não era ninguém. Todos na escola a provocavam e a xingavam. E sua mãe adotiva pouco se importava. Cara definitivamente estava sozinha e sem ninguém.
Aos catorze anos, ela começa a se cortar... e aquilo a vicia. A dor de ter as lâminas penetrando sua pele era profunda, mas não tão profunda quanto à dor de saber que não há ninguém ao seu lado. Ninguém para te dar um abraço. Ninguém para te dizer um “eu te amo”. Não havia ninguém. Cara estava afogando-se em suas próprias lágrimas, e ninguém queria puxá-la de volta para a superfície. Pelo menos até um certo dia... quando tudo mudou.
  
“Eu vivo num fundo do poço, onde há demônios e lâminas.”

XOXO,

Blair.



2 comentários :

  1. Boa noite!Sou muito fã da sua escrita desde a época do Social spirit. Blue Sea é uma das melhores histórias,enredos de todos. Por favor, não desista dela.

    Thalia

    ResponderExcluir
  2. Mulheeeer eu ameeeeeei meu deus do céu , obrigada

    ResponderExcluir